7 pratos típicos da culinária paulista que você precisa experimentar!

Com números expressivos em termos de população e território, a cidade de São Paulo tem características muito diferentes do restante do país. Com diversas culturas, graças à forma como se desenvolveu, a culinária paulista que conhecemos hoje é, na verdade, uma mistura de receitas de outros lugares do mundo, transformada com toques brasileiríssimos!

A variedade agrada a qualquer tipo de paladar e até os clientes mais exigentes acabam se rendendo aos encantos do cardápio tradicional da Terra da Garoa. E você, ficou com água na boca? Então confira esse post, conheça mais sobre esta história e descubra os 7 pratos que você precisa experimentar!

A cidade de São Paulo

A história da cidade de São Paulo se confunde com a própria história do Brasil. Atualmente, é o município mais populoso do país, tendo cerca de 11,9 milhões de habitantes de acordo com dados do IBGE de 2014. É também gigante em território, com área de aproximadamente 1.521 km quadrados.

Como se não bastasse, a capital recebe o título de segunda maior cidade do mundo em número de restaurantes. Conta, por exemplo, com nada menos do que 3.200 padarias e 4.500 pizzarias em sua grande região, e ainda contém 6 dos 50 melhores restaurantes da América Latina.

Mas sua culinária é bastante diversificada: na cidade é possível encontrar pizza, burritos, sushi, macarrão e muito mais. Como esses pratos chegaram até aqui é o que vamos explicar no próximo tópico!

A história da culinária paulista

Em 1711, aproximadamente, o povoado de São Paulo de Piratininga passou a ser reconhecido como cidade e, até o fim do século XVIII, o desenvolvimento nesta região era bastante fraco. Vários foram os fatores que contribuíram para essa realidade, inclusive a falta de mão de obra.

A realidade começou a mudar com o início da produção de café. Pouco a pouco este novo negócio conseguiu expansão e passou a fortalecer a economia da cidade. Com os bons resultados observados, imigrantes de vários países vieram para a região em busca de oportunidades, como espanhóis, japoneses, poloneses, alemães, libaneses, entre outros.

Com a chegada desses diferentes povos, várias foram as divergências encontradas na cultura, na linguagem de comunicação e na culinária. Com isso, a cidade de São Paulo se tornou uma terra com diversas etnias e culturas, e é conhecida até hoje por sua miscigenação.

Os pratos típicos da culinária paulista

Na culinária, foi grande a herança deixada por esses povos. Dos portugueses vieram as caldeiradas, os bolinhos e os ensopados. Dos afro-indígenas, junto com os tropeiros, vieram a mandioca frita e o arroz de carreteiro. Dos sírios e libaneses, a esfiha e o kibe. Dos japoneses, o sushi, e assim por diante. É por isso que hoje são encontrados tantos pratos diferentes na cidade.

Mas muitos pratos foram modificados, recebendo toques brasileiros nos temperos e na forma de preparo, e acabaram se tornando pratos típicos da culinária paulistana, aqueles que você não pode deixar de conhecer!

1. Cuscuz

Esse é um prato de origem árabe e a relação desse povo é muito forte em todo o país. Como não poderia deixar de ser, a sua cultura e as suas tradições impactaram bastante a culinária paulistana, e atualmente temos um grande número de estabelecimentos especializados nesse tipo de gastronomia.

O cuscuz é feito à base de uma massa de milho e cozido no vapor. Pode apresentar recheios variados e que já se misturam com as preferências dos brasileiros. Os mais habituais, no entanto, são os de carne, peixe e frango.

2. Pizza

Como falar da culinária paulistana sem falar da Itália e, mais precisamente, de pizza? O número de pizzarias na cidade é expressivo e esse prato é um dos favoritos dos paulistas. As cantinas do Bexiga, por exemplo, produzem alguns dos melhores exemplares do país e atraem visitantes até de fora do estado.

Se a receita original pode ter vindo de Nápoles ou da região da Sardenha, aqui ela foi bastante aprimorada, e há quem diga que essa releitura é melhor do que a receita original. Os destaques da cidade são a portuguesa e a calabresa, regadas a muito azeite de oliva. Não se esqueça de que aqui usar ketchup é pecado mortal!

3. Virado à paulista

Este é um dos pratos mais tradicionais da capital e faz parte do dia a dia da culinária paulista. É muito procurado no almoço não apenas porque é uma delícia, mas também porque dá energia e disposição para encarar o resto do expediente.

É feito basicamente com arroz, massa de feijão com farinha de mandioca, bisteca, linguiça, torresmo ou bacon, couve refogada, ovo frito e banana à milanesa. Existem algumas pequenas variações aqui e ali de acordo com o restaurante, mas o resultado é sempre apetitoso!

4. Bauru

Esse prato recebe este nome porque foi criado na cidade de Bauru, que fica no interior do estado de São Paulo. No entanto, ele já ganhou o Brasil todo e pode ser encontrado em lanchonetes e restaurantes de quase todos os estados, com releituras típicas de acordo com o gosto do chef e do freguês.

O lanche tradicionalíssimo da culinária paulista é feito com pão francês, fatias de rosbife, queijo muçarela, tomate, picles e orégano, podendo ter algumas variações em função da cultura de cada região (como o presunto no lugar da carne).

5. Sanduíche de mortadela

Mais um exemplo de praticidade e sabor aliados em um único prato. Campeão de pedidos tanto para um bom café da manhã, quanto para um almoço rápido ou apenas para encher a barriga depois da balada, o sanduíche de mortadela é um incrível representante da praticidade da culinária paulista e dos moradores da cidade.

Ele é muito consumido nos balcões das padarias de bairro, mas o típico e mais procurado atualmente é o do Mercado Municipal. Ele pode vir com alguns opcionais bem gostosos, mas isso não tira a predominância do sabor das deliciosas e exageradas fatias do embutido.

6. Pastel de feira

Quem ainda não experimentou um delicioso pastel de feira não sabe o que está perdendo. Tudo bem: ele pode ser um pouco gorduroso, certamente tem algumas calorias a mais do que recomendaria um nutricionista exigente, mas não tem jeito: comendo com moderação ele é uma atração imperdível da culinária paulista.

Muitas divergências se apresentam ao falar da origem deste prato. Enquanto uns apostam na China, outros acreditam que ele veio da Europa. Tanto faz, crocante e feitinho na hora, sem dúvida este lanche se tornou supertípico da região. Escolha entre os mais famosos recheios: queijo, carne, napolitano, palmito e muito mais.

7. Esfirra

Este é apenas mais um delicioso exemplo da influência que a cultura árabe exerceu na culinária paulista. Vindo especialmente da Síria e do Líbano, em nossas terras esse prato ganhou recheio de carne e queijo e caiu no gosto dos paulistanos, principalmente como um petisco em um happy hour.

É muito comum que esteja presente nas lanchonetes tradicionais, mas as versões mais gostosas costumam ser mesmo as que são vendidas pelos restaurantes especializados nesse tipo de gastronomia. Só tome cuidado com os excessos, pois é praticamente impossível comer uma só!

Gostou de saber sobre a culinária paulista? Siga nossas redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter) para acompanhar sempre nossos conteúdos!

Source

Deixe uma resposta