Calle Arroyo – Um pouco de Paris em Buenos Aires

A Calle Arroyo tornou-se uma das mais desejadas de Buenos Aires e até foi batizada por Eduardo Mallea como o “cotovelo da aristocracia em Buenos Aires”. Nos anos 60 foi também a casa da lendária e badalada discoteca Mau Mau , uma das mais originais e exclusivas que a cidade já viu.

A rua já abrigou muitos edifícios importantes e históricos, como a Torre Mihanovich que hoje é o Sofitel Hotel (agora fechado), além de joias arquitetônicas do passado portenho. Calle Arroyo possui um estilo francês clássico e elegante que pode ser visto pelas belas mansões e residências .

As estradas em Buenos Aires formam uma grade em grande parte da cidade, no entanto, Calle Arroyo quebra o molde com sua natureza notavelmente curva. Esta é uma das muitas razões pelas quais tantas pessoas se apaixonam pelo charme desta rua única com o seu ar francês, bem como a sensação da rua ser mais exclusiva por ser tão curta, que se estende da Plaza Carlos Pellegrini ao Juncal e

A Calle Arroyo começa no cruzamento das ruas Juncal e Esmeralda até a Praça Carlos Pellegrini, sendo a Avenida Alvear sua continuação natural.

Abriga importantes edifícios e joias arquitetônicas do passado de Buenos Aires, palácios majestosos e residências de estilo francês. Entre eles destaca-se o Palácio Estrugamou construído em 1929 pelos arquitetos Sauze e Huguier2 em cujo pátio se encontra a réplica em bronze da Vitória de Samotrácia.

Outros edifícios importantes da Calle Arroyo são a Torre Mihanovich ou Torre Bencich no número 845 (antiga sede do Hotel Sofitel), a antiga residência Celedonio Pereda (ou Palácio Pereda), atual embaixada do Brasil, devido ao arquiteto Louis Martin e concluída pelo belga Jules Sleeper (1846-1924); e o edifício residencial no cruzamento com a Rua Libertad, projetado por Eduardo Le Monnier.

Abrigava a famosa boate Mau-Mau, o centro da vida noturna de Buenos Aires na década de 1960.

Na esquina da Calle Arroyo e Suipacha ficava a Embaixada de Israel, destruída por um ataque em 17 de março de 1992.

Hoje é um centro nevrálgico para galerias de arte, casas de moda, embaixadas e atividades sociais. Três vezes por ano, são realizadas Gallery Nights, nas quais galerias e outros espaços de arte permanecem abertos das 18h00 às 21h00 para visitação do público.

VEJA TAMBÉM

Firenze: A capital da bela Toscana, cheia de História e Arte

https://dellamonica.com.br/firenze/

Umbria – A Linda região onde fica Assis, cidade natal de São Francisco

https://dellamonica.com.br/umbria-a-linda-regiao-onde-fica-assis-cidade-natal-de-sao-francisco/

1 comentário em “Calle Arroyo – Um pouco de Paris em Buenos Aires”

  1. O Facebook está me atrapalhando, censurando: inventa de vez enquanto verificar se sou o dono da conta, cobra código, novos documentos pra ver se sou eu! Depois 48hs para resultar análise! Estou chateado! Tentam fazer os esquerdistas perder contas… Desculpa colega…

    Responder

Deixe uma resposta