Claudio Baglioni As Mais Belas canções dos Anos 60

Claudio Baglioni As Mais Belas canções dos Anos 60

Claudio Baglioni as mais belas canções que deram o tom maravilhoso dos anos 60. Especialmente no Brasil, onde os cantores e autores italianos marcaram tantos inúmeros sucessos.

Baglioni teve a sensibilidade de colher sucessos como Io che amo solo te, Il Mondo, C’era um ragazzo, Il Mio Mondo, Senza Fini, Fortíssimo….

O resultado é maravilhoso, resgatando as canções com arranjos orquestrais de primeira qualidade. Não dá pra ficar apenas em uma música. Por isso, colocamos aqui todas as canções que compõem o CD Quelli degli altri tutti qui.

Claudio Baglioni Biografia

Claudio Baglioni (Roma16 de maio de 1951) é um compositor e cantor italiano.

Em 1969 realizza o seu primeiro contrato com a casa discográfica RCA, lançando seu primeiro álbum em 1970. Dois anos depois, interpreta algumas canções para a trilha sonora do filme Fratello sole, sorella luna de Franco Zeffirelli.

Ainda em 1972, lança o álbum Questo piccolo grande amore que o consagra ao sucesso e o identificará para sempre como compositor e cantor romántico mão obstante as futuras evoluções do artista.

Em 4 de agosto de 1973 casa-se com Paola Massari e no mesmo ano sai seu quarto álbum, Gira che ti rigira amore bello, que obtém tanto sucesso como o anterior.

Durante toda a década de ’70, Claudio Baglioni dá concertos em toda EuropaAmérica do Sul, nos Estados Unidos e no Canadá, enquanto na Itália seus álbuns batem recordes absolutos, alcançando milhões de cópias vendidas.

Depois de três anos de silêncio, em 1981 sai o álbum Strada facendo, que passa de um milhão de cópias vendidas. Da sua união com Paola Massari, sua corista, em 1982 nasce seu filho Giovanni a quem dedica a canção Avrai, gravada no estúdio de Paul McCartney em Londres.

Em 1985 lança o álbum La vita è adesso, que vende um milhão e meio de cópias, novo recorde de vendas, permanecendo nas paradas por dezoito meses.

Até 2005, Claudio Baglioni produz mais 14 álbuns, todos de grande sucesso. Neste mesmo ano lança seu primeiro livro, Senza Musica, uma coletânea de seus escritos desde 1974, nos quais narra sua própria história através de sua carreira de mais de trinta anos. É também o autor do hino oficial dos XX Jogos Olímpicos de Inverno de Turim 2006.

OUÇA TAMBÉM:

Canzone I Músicas Italianas Anos 60

1 comentário em “Claudio Baglioni As Mais Belas canções dos Anos 60”

Deixe uma resposta