El Gran Paraiso – Uma deliciosa Parrilla em um cortiço de La Boca / Caminito

O restaurante El Gran Paraiso tem clima extremamente agradável e fica localizado no coração do bairro conhecido La Boca, em cortiço ao melhor estilo das casas coloridas do local, com uma vista incrível para o Caminito. Assim, a pedida é aproveitar a área externa charmosa do local enquanto estará rodeado de lindas plantas e árvores. Especialmente em dias ensolarados e mais frescos de primavera e verão. Contudo, se a sua visita é no inverno e mesmo assim você deseja desfrutar da área, o El Gran Paraiso empresta mantas para aquecer os que sentem mais frio. Um mimo do local.

Entretanto, é impossível não mencionar que no terraço há uma escadaria que serve como uma espécie de mirante do Caminito. Um local muito bacana onde é possível ver a ruazinha colorida. Uma vista realmente privilegiada. Em dias de semana o movimento costuma ser mais tranquilo, aos fins de semana a vista do terraço certamente será de uma rua cheia de turistas conhecendo o bairro.

A carne argentina, famosa em todo o mundo é servida de modo espetacular no El Gran Paraiso. É possível optar pela “parrillada” tradicional ou carnes com guarnições, os acompanhamentos. Tratam-se de batatas preparadas de diversas formas. Vegetais feitos na brasa além de saladas para acompanhar, por exemplo. Existe uma vasta opção de cortes e hachuras – que são altamente apreciadas na cultura argentina.

Origen de La Parrilla


Não se sabe ao certo a origem da parrilla, principalmente quando diz respeito ao país, pois os uruguaios e argentinos afirmam que são os autores da técnica. Existem muitas versões da origem, mas duas em especial passaram por gerações e se tornaram famosas lendas por todo o mundo.

Uma das lendas conta que, no século XVI, um ferreiro ajudou a construir uma grande estrutura no castelo de um nobre francês. Ao terminar, sobraram algumas peças de ferro, e o nobre se recusou a pagar por elas. Chateado com a recusa do nobre e determinado a incomodá-lo, o ferreiro construiu com os ferros restantes uma estrutura em frente ao castelo e passou a assar seu alimento ali para que a fumaça invadisse o espaço. Porém o cheiro da carne extremamente suculenta tomou conta do ambiente e conquistou o nobre, que pagou pelos ferros e deu um valor a mais para levar a estrutura.

No Rio de la Plata, onde a carne e a parrilla são tradicionais, acredita-se que a origem remonta aos séculos XVIII e XIX, por meio dos trabalhadores que colocavam os couros dos animais para secar, utilizando estruturas de ferro na vertical ou horizontal (como a parrilla). Reza a lenda que, com o passar dos anos, esses trabalhadores passaram a utilizar a mesma estrutura para assar os alimentos e em especial as carnes caçadas. A parrilla uruguaia e a argentina são muito semelhantes, exceto por um fator: no Uruguai, é mais comum utilizar lenha na parrilla, enquanto na Argentina é mais comum usar o carvão de lenha, o que diferencia um pouco o sabor das carnes assadas de um lado para o outro do Rio de la Plata

#elgranparaiso #buenosaires #caminito #parrilla #parrillada #churrasco #gastronomia #argentina

Móoca: Orra meu, lá a italianada mantem a tradição

Deixe uma resposta