Sonhos são jovens, meninos e meninas

Sonhos são jovens, meninos e meninas
De todas as estações
Frutos, calor, flor, aconchego
Respostas ao medo
Perfume dos segredos
que ocultamos,
só nossos, que são

Sim, “sonhos não envelhecem”
Apenas se apagam sem ter envelhecido
Apenas se perdem em meio a arrependimentos
das coisas que não temos podido
das coisas que não temos sentido
das coisas que não temos vivido
do tempo que virou a página no inesperado momento

Tenho perdido um sonho,
a cada palavra em que não fui compreendido
Tenho perdido um sonho,
a cada frase que não pude expressar
Tenho perdido um sonho,
a cada lágrima que não consegui derramar
Tenho perdido um sonho,
a cada sorriso a que me neguei

Mas eis que os tenho de volta….. meus sonhos
Na intenção renovada que manifesto
No gesto que acompanha a palavra repensada
Na lágrima que não vem do meu ego
Do sorriso que dou sem ter recebido

Aldo Della Monica

Deixe uma resposta